A revolução das redes sociais

Me diga com quem te relacionas que te direi quem és. As redes sociais tornaram-se muito presentes e funcionais no dia a dia das pesoas. A distância e a falta de tempo levou muita gente a relacionar-se através da internet. E ão estou falando de procurar a alma gêmea não. Estou falando da conversa e do bate papo com os amigos mesmo. E Isso poderia parecer um absurdo. Ta louco, trocar o mundo real, tomar uma cerveja, sair para jantar ou ir numa balada para ficar conversando na internet? Não é isso. As redes sociais são o complemento disto. Os contatos pessoais locais ou distantes acontecem muito mais em função das redes sociais. A evolução só melhorou as possibilidades das pessoas manterem sua rede de relacionamentos mesmo distante de pessoas amigas no espaço e no tempo. Numa janela do facebook algué que mora em sao paulo e vai passar o dia no rio de repente posta no facebook a viagem e um outro amigo de corumbá que vai para lá no mesmo dia visualiza o recado e já posta um comentário: – vou estar lá também meu velho, vamos tomar uma cerveja no final do dia e colocar o papo em dia,. O Twitter é outra loucura. Você está numa palestra que seus camaradas não conseguiram ir ou mesmo num show sei lá, e aí você twitta no seu telefone pinceladas em 140 caracteres daquele momento, o que tocou o que estão dizendo e seus amigos podem acompanhar em tempo real suas impressões daquele momento.

Para as marcas e estratégias de marketing as redes sociais tornaram-se uma ferramenta brilhante, cheia de informações preciosas. E quanto mais a informação circula as coisas melhoram. Um exemplo é o meu post anterior: Uma reclamação via rede de reclamações Reclame Aqui. Lá é possível encontrar pessoas que viveram o mesmos perrengues que você na compra de um serviço ruim, um produto com problemas de troca, ou um mal atendimento e não cumprimento dos direitos do consumidor etc

Num programa de televisão do Canal Futura de hoje uma matéria entrevistava o pessoal de uma loja de sapatos com numeração grande. Os caras buscaram no Orkut comunidades de pessoas com pé grande para se comunicar. E assim por diante. esse vídeo que me passaram abaixo demonstra esta revolução em números e um toque para os resistentes: por que não?
Viva as redes sociais.

2 opiniões sobre “A revolução das redes sociais”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s